Comida De Rua Israelense: Muito Mais Do Que Apenas Falafel

A maioria das pessoas começa a sentir o sabor e o cheiro do falafel no mesmo instante em que aterrissa em Israel. A maioria chega à linda Cidade Branca de Tel Aviv, ou à ocupada e belissimamente arborizada Haifa, e a primeira parada obrigatória após deixar as malas é o lugar mais próximo que sirva um apetitoso falafel.

Mas há muito mais na culinária israelense do que apenas essas espetaculares bolinhas fritas feitas com massa de grão-de-bico. Gostaríamos de aproveitar esta oportunidade para apresentar algumas delícias israelenses que você não vai querer perder na sua próxima visita à terra do leite e do mel.

As mais deliciosas comidas de rua israelenses, além do falafel. Aqui estão alguns exemplos:

Ao caminhar pelas ruas deste museu a céu aberto de 20 mil km², a variedade de quiosques, cafés e restaurantes de rua é quase tão numerosa quanto os 8 milhões de pessoas que atualmente vivem neste país. Até hoje, ainda há um grande debate sobre o que realmente é a culinária israelense. As origens deste debate estão na própria composição do povo de Israel. Os israelenses são, originalmente, imigrantes de todo o mundo, o que resulta em uma mistura de culturas de várias partes do mundo. É por isso que a comida israelense é tão variada, tão interessante e tão deliciosa. Antes de começar a mencionar alguns desses pratos espetaculares, aqui vai um aviso: você pode ficar com muita fome. Então, se você puder fazer uma pausa e continuar a ler quando estiver perto do horário do almoço, estará fazendo um favor a si mesmo.

Xacxuca

Pronuncia-se: Shak-shu-ka – שַׁקְשׁוּקָה

“Não toque na frigideira, pois está muito quente!”. Após ouvir um comentário atencioso como este, da garçonete ou caixa, você pode seguir em frente e experimentar um dos sabores únicos do Oriente Médio. É difícil acreditar que este prato feito com ovos poché em um molho de tomate bem concentrado, geralmente temperado com cominho, seja originário da Tunísia. Na verdade, não é tão difícil assim, pois quase todos os pratos que você vai experimentar, saborear e admirar em Israel são originários de uma mistura de culturas, uma mistura que enriquece a culinária local de uma maneira deliciosa.

Hoje em dia, você pode adicionar muitas coberturas diferentes ao seu xacxuca: cebola, pimentão, cogumelo, azeitona, cebolinha, orégano e até alho. Ah sim, alho! Nós ainda não tínhamos mencionado o alho?

Sabich

Pronuncia-se: Sa-bi-rr – סַבִּיח

Então, nós pegamos o pão pita, o homus, o taíne e as outras coberturas mais comuns. Mas, não senhor! Sem falafel em seu pita, desta vez. O sabich é uma comida israelense muito tradicional que consiste em rechear seu pita com fatias de berinjela frita e pedaços de ovo cozido. Para muitos daqueles que afirmam odiar berinjela, o sabich pode ser o caminho ideal para passar a amá-la. Porque, é claro, o ditado “a distância entre o ódio e o amor é de apenas um passo” também se aplica às delícias de Israel. Confie em mim.

Se você quer uma dica para encontrar um digno sabich, de acordo com especialistas, o melhor sabich de todo o Oriente Médio está localizado no subúrbio de Givatayim, em Tel Aviv. Basta encontrar o “Oved’s” e você terá uma experiência degustativa totalmente nova. Entretanto, você deve estar preparado para ser bombardeado por sérias e conflitantes opiniões se perguntar a um israelense onde é servido o melhor homus/falafel/sabich/e qualquer outra comida, para ser honesto, pois cada um tem sua preferência pessoal que defenderá com unhas e dentes.

Meorav Yerushalmi

Pronuncia-se: Me-o-rav Ye-ru-shal-me – מְעֹרָב יְרוּשַׁלְמִי

Ainda que o nome deste prato tenha Jerusalém no meio, você não quebrará um só dente na primeira mordida. O Meorav Yerushalmi também pode ser chamado de “grelhados mistos de Jerusalém”, mas acredite, o

proprietário do lugar vai se divertir muito se você pronunciar o nome deste prato em hebraico.

Este prato pode ser considerado por alguns como a maior especialidade de Jerusalém, mas ele pode ser encontrado em qualquer outra cidade de Israel. Ele é uma mistura de coração, baço e fígado de galinha e pedaços de cordeiro cozido, preparado em uma tradicional grelha plana, bem untada. Pode ser incrementado com alho, cebola, pimenta e até uma pitada de coentro. Você ainda está obcecado pelo pão pita? Não se preocupe, pois você pode comer o seu Meorav Yerushalmi no prato ou no pão pita quentinho, que acabou de ser preparado. Bom apetite ou, como dizemos, Bete’avon!

Jachnun

Pronuncia-se: Ja-rr-nun – גַ’חְנוּן

Mais uma vez, a mistura cultural joga a nosso favor. Este prato iemenita é a versão local do “café da manhã dos campeões”, mas, por favor, não tente se exercitar após comê-lo. Este prato, que pode ser servido como refeição ou sobremesa, é preparado com uma massa fina com um toque de manteiga. Tem uma forma de rolo e uma cor âmbar intrigante.

Em geral, é servido com tomates frescos ralados e refrigerados, e com um ou dois ovos cozidos (dependendo do quão boa é a oferta do lugar que você conseguiu). Há centenas de minúsculos restaurantes funcionando 24 horas ao seu dispor, oferecendo um bom e quente jachnun. Este não é o mais saudável dos alimentos, quer dizer, há MUITA massa envolvida, mas não podemos negar como é bom começar a manhã do Sabá com um ou mais rolinhos de jachnun à mesa. Eu diria que não é mera coincidência o fato de que o comemos geralmente no nosso dia de descanso.

Sachlav

Pronuncia-se: Sa-rr-lav – סַחְלֶבּ

Para aqueles que amam sobremesas! Para aqueles que não se levantam da mesa antes de terminar seus docinhos! Para aqueles que, depois de uma boa refeição, precisam finalizar com algo doce! Vamos todos juntos dizer: Sachlav!

Sachlav é uma bebida cremosa. Quem sabe como prepará-la bem usa bulbos de orquídea moídos para engrossá-la e adiciona aroma de baunilha para dar aquela fragrância e sabor deliciosos. Na maioria dos lugares na Terra

Inscreva-se para receber nosso boletim

Aprenda gírias do hebraico, faça um passeio virtual por Israel, descubra a melhor comida local e muito mais

Santa é comum adicionar nozes, frutas secas (você sabe o quanto nós amamos nozes, pistache e frutas secas em Israel, então não aja como se estivesse surpreso!) e, é claro: uma boa quantidade de canela. Se você é uma

daquelas pessoas que amam doces, você não pode perder sua sachlav na sua próxima visita a Israel. Obs.: muitas pessoas dizem que a sachlav pode ter um efeito afrodisíaco, e nós só queríamos ter certeza de que você tivesse essa informação.

Algumas outras dicas e recomendações

Com certeza, você não pode voltar ao seu país sem experimentar um bom xauarma. Para tanto, escolha o “lafa” e esqueça sua dieta por alguns momentos de felicidade. Nós realmente amamos o conceito de muita carne, homus e legumes, enrolados em uma quantidade exagerada de massa.

Se por acaso você estiver em Tel Aviv, passar no “Miznon” é uma ótima decisão. Ali você vai ter a versão de muitas das nossas comidas típicas preparadas por um dos nossos melhores chefs – Eyal Shani. Uma grande variedade de recheios é oferecida para o seu pão pita, e experimentar pelo menos 3 deles está se tornando um imperativo para moradores e turistas. Confira nosso roteiro de48 horas em Tel Aviv e encontre alguns locais para devorar essas deliciosas refeições.

A propósito, todas essas refeições representam apenas uma parte do que consumimos no dia a dia, e, se isso o deixa espantado, relaxe, pois nossos chefs estão sempre inovando e também servindo os melhores hambúrgueres, massas, sushi, ramen, curry… e a lista continua.

Naturalmente, tudo o que é traduzido perde um pouco da sua essência durante o processo. É muito mais divertido andar pelo mercado e ouvir os vendedores gritando para anunciar seus produtos, quando você entende o que eles estão dizendo. Nosso idioma está eternamente entrelaçado à nossa culinária. Você pode preencher as lacunas fazendo os nossos cursos de Hebraico Moderno. Bem, todas as nossas recomendações foram passadas e, aparentemente, há apenas mais uma coisa a dizer: Beteavon!

Tem algum outro prato israelense que você adicionaria a este artigo? Inclua suas sugestões na seção de comentários abaixo, e assim poderemos elaborar uma segunda parte com mais recomendações saborosas.

About the author

Arie Elbelman R.Arie nasceu e cresceu no Chile e imigrou para Israel aos vinte e poucos anos de idade. Ele quer assumir um papel ativo no desenvolvimento desse país jovem e inteligente. Arie acredita que a melhor maneira de moldar nosso presente e futuro é viver com hierarquias mais horizontais, sorrir muito e sempre, sempre respeitar um ao outro.

Talvez você também se interesse em:

Vocabulário De Esportes Em...

By Arie Elbelman R.

Vocabulário Em Hebraico Sobre...

By Arie Elbelman R.

Join the conversation (No comments yet)

Deixe uma resposta